Um homem de 52 anos foi morto a tiros e pedradas na noite de segunda-feira (20), em Betim, na Região Metropolitana de BH. De acordo com a Polícia Militar, a vítima teria sido apontada como pedófilo e teria sido morta por um grupo de pessoas por esse motivo. Nenhum suspeito do crime foi localizado até o momento. 

Conforme os militares, uma amiga da vítima disse que ele vinha sendo acusado de pedofilia por uma mulher, e que foi marcado um ponto de encontro no bairro São Caetano para que fosse esclarecida a suspeita.

Com medo, o homem pediu a companhia da amiga, que tentou convencê-lo a não ir. Chegando no local marcado, foi cercado por cinco homens e agredido a pedradas. A mulher contou que pessoas ao redor o chamavam de pedófilo.

Ferido no chão, quando a testemunha iria chamar o Samu, um outro homem chegou armado e deu vários tiros na cabeça da vítima, que morreu no local.

Leia mais:

BH aplica segunda dose da vacina contra Covid em moradores de 51 anos nesta terça
Betim vacina adolescentes de 16 anos sem comorbidades a partir desta terça-feira; confira cronograma