Mais de 60 cidades mineiras, a maioria delas na Zona da Mata, além de municípios do Rio de Janeiro, ficaram sem energia durante a noite desse sábado (18). O apagão, segundo concessionárias que atendem as regiões, foi registrado devido a uma ocorrência na rede de transmissão de Furnas, que afetou as Supridoras Light e Enel, que abastecem as concessões de Minas Gerais e Nova Friburgo. 

Segundo a Energisa, 60 cidades localizadas no território mineiro, como Muriaé e Cataguases, na Zona da Mata, foram afetadas a partir das 21h21 de ontem. A situação foi normalizada para 100% dos municípios às 22h. 

Em nota, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou que duas cidades atendidas por ela ficaram sem o fornecimento de energia: Estrela D'Alva e Volta Grande, também na mesma região do Estado. De acordo com a empresa, o apagão ocorreu devido a uma “ocorrência externa ao sistema da companhia”. Nestes dois municípios, a situação foi normalizada às 21h45. “As causas da interrupção estão sendo apuradas pelos órgãos responsáveis”, conclui o comunicado. 

No Rio, de acordo com a Enel, ficaram sem abastecimento as cidades da Região dos Lagos, Macaé, Cantagalo e Teresópolis. Por lá, o fornecimento foi normalizado às 22h32.

Leia mais:
Minas investiga 32 casos suspeitos de síndrome inflamatória infantil associada à Covid-19
Aquecimento global: mudanças podem ser irreversíveis entre 2040 e 2050
Covid-19: Brasil tem 21,2 milhões de casos e 590,5 mil mortes