De janeiro a setembro, Minas já registrou 19.730 focos de incêndios florestais. O número é similar ao total de ocorrências do mesmo tipo atendidas pelo Corpo de Bombeiros no ano passado - cerca de 20 mil. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (16) pela corporação.

Somente na primeira quinzena deste mês, 269 chamados de fogos em matas foram recebidos pelos Bombeiros em Belo Horizonte e região metropolitana. Em todo o Estado, segundo atualização mais recente, foram 2.099.

Sabará

Um dos focos que mais gerou preocupação nos servidores é de Sabará, na Grande BH. As chamas tiveram início na noite dessa quarta (15) em uma área aberta de vegetação, nas proximidades de uma empresa de explosivos no bairro Borba Gato.

Os militares atuaram no local durante toda a madrugada e conseguiram controlar o incêndio. O local, no entanto, segue sendo monitorado, pois o fogo não foi totalmente extinto.

Brumadinho

Outro grande ponto de atenção é um incêndio na Serra da Farofa, em Brumadinho, na Grande BH. As chamas estão a cerca de 2 km do Instituto Inhotim, e também atingem regiões de Igarapé e São Joaquim de Bicas, na mesma região. O fogo é combatido por brigadistas do museu desde domingo (12).

Na noite desta quinta (16), uma equipe dos Bombeiros esteve no local. Segundo a corporação, os brigaditas da região seguem monitorando o incêndio.

Betim

Em Betim (Grande BH), um galpão pegou fogo na noite desta quinta. As chamas tiveram início às 19h30 e alcançaram grande altitude. Um caminhão-pipa particular foi utilizado no combate. Três equipes dos Bombeiros seguiram para o espaço, localizado no bairro Jardim das Alterosas. Ainda não há mais detalhes sobre o caso.

Contagem

Em Contagem, também na região metropolitana, um incêndio começou em vegetação e atingiu um galpão de material reciclável no bairro Cincão. As chamas tiveram início na tarde desta quinta e, até o fechamento desta matéria, ainda estavam sendo combatidas. Não há vítimas.

contagem

Em Contagem, fogo teve início em vegetação e invadiu galpão de recicláveis

Rio Acima

Na zona rural de Rio Acima, ainda na Grande BH, um incêndio teve início em Unidade de Conservação, nas proximidades da rodovia BR-356, em local de difícil acesso, na tarde dessa quarta. O trabalhou continuou nesta quinta. No período da tarde, as chamas se alastravam em direção ao Condomínio Canto das Águas.

A mais recente atualização, feita pelos agentes às 19h, dava conta que os militares seguiam no combate com duas frentes de trabalho. Não há informações se o fogo alcançou a área residencial.

Moeda

Em Moeda, também na Grande BH, os militares foram acionados nessa quarta para combater chamas em vegetação. Havia risco às casas próximas. Até o momento, cerca de 110 hectares já foram destruídos no local.

moeda

Incêndio na Serra da Moeda

Por volta das 19h desta quinta, a corporação informou que o fogo foi controlado, mas a operação continua. Os militares trabalham fazendo revezamento.

Leia mais:
Brasil registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
Conselhos de secretários de Saúde defendem vacinação de adolescentes
Taxa de transmissão do coronavírus tem novo aumento e atinge 1,04 em BH