O gabinete de crise do governo de Minas Gerais foi acionado, nesta quinta-feira (9), para monitorar as manifestações dos caminhoneiros e alinhar as informações sobre as paralisações, que interditaram diversas rodovias do Estado.

Segundo o coronel Flávio Godinho, diretor de Operações da Polícia Militar, assim como em grandes eventos como o desastre de Brumadinho e chuvas, várias instituições como Polícia Rodoviária Federal (PRF), Corpo de Bombeiros, secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e Agência Brasileira de Inteligência (Abin) participaram do trabalho.

"Recebendo as informações, a gente conseguiu através de vídeos e monitoramento verificar todas as rodovias do Estado e adotar a melhor decisão para aquela crise naquele momento, em conjunto, em colegiado, num comando unificado de todas as instituições", explicou Godinho.

Gabinete de Crise

Equipes do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, também integram o gabinete de crise. "A gente tava com medo medo de ter problema com o abastecimento de aviões no terminal, bem como em Brasília, porque Minas é que abastece com combustível o aeroporto de Brasília também".

Paralisação

A Fernão Dias, na altura de Igarapé, na Grande BH, foi interditada na noite de quarta-feira (8) e liberada por volta das 10h50 desta quinta. Os dois sentidos da rodovia chegou a ficar totalmente bloqueados e o congestionamento chegou a sete quilômetros.

BR-040

Conforme a Via 040, administradora da rodovia, dois trechos foram obstruídos nas primeiras horas do dia. Em Conselheiro Lafaiete, na altura do KM 627, havia interdição parcial nos sentidos Rio de Janeiro e Distrito Federal por volta da meia-noite. A pista foi liberada por volta das 3h30.

Em Paracatu, no Noroeste de Minas, o trânsito foi impedido nos dois sentidos às 0h30, na altura do entroncamento com a MG-188, em Unaí. O fluxo dos dois lados foi liberado às 6h.

No Km 144, em João Pinheiro, na mesma regional, interdição total nos dois sentidos da via, com congestionamento de um quilômetro por volta das 9h45.

BR-262

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, também houve manifestação de caminhoneiros na BR-262, em Juatuba, na Grande BH. Segundo os militares, às 2h o trânsito estava liberado para carros e ônibus.

BRs 050 e 116

A BR-050 também teve registro de interdição pela polícia. O trecho de Uberaba, no Triângulo, foi liberado por volta das 9h45. Em Muriaé, na Zona da Mata, o trânsito na BR-116 flui normalmente.

Paralisação Caminhoneiros

Leia Mais:
Em carta, Bolsonaro diz que não teve intenção de agredir poderes
Paralisação dos caminhoneiros pode atrasar entrega de compras feitas pela internet
BR-381, em Igarapé, na Grande BH, é liberada por caminhoneiros após 11 horas de bloqueio