A Prefeitura de Belo Horizonte informou que a terceira parcela de R$ 6 milhões, destinada aos estudos da vacina contra a Covid-19, foi repassada à UFMG nessa terça-feira (31). O termo de patrocínio, assinado em junho, prevê a doação de R$ 30 milhões para as pesquisas do imunizante SpinTEC.

Segundo o secretário municipal de Fazenda, João Antônio Fleury, todo o valor será repassado à universidade até dezembro deste ano. O dinheiro é usado para as despesas de manutenção e experimentos, compra de reagentes, produção de lotes de teste para análise da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), supervisão dos ensaios, preparo da documentação de pedido de registro, execução dos testes pré-clínicos e duas etapas dos ensaios clínicos. 

A UFMG informou que, caso os testes confirmem a segurança e eficácia do imunizante, ele deve chegar ao mercado em 2022.

Ainda este ano, os pesquisadores farão testes da SpiNTEC em adultos saudáveis e sem exposição prévia à Covid-19. Após esse processo, referente às fases clínicas um e dois, poderá ser feita a fase três e aprovação junto à Anvisa. 

Leia mais:

Aplicação da 3ª dose da vacina contra Covid em idosos pode ser antecipada em BH
Vacinação contra Covid de jovens de 12 a 17 anos com comorbidades deve começar semana que vem em BH