Em função de garantir os direitos de ex-detentos, Minas Gerais lançou, nesta quarta-feira (4), a Rede de Atenção à Pessoa Egressa do Sistema Prisional (Raesp MG). O objetivo é facilitar o acesso desse grupo aos serviços públicos e garantir que o retorno à liberdade seja melhor.  

A organização planeja resolver melhor as demandas dos egressos, com atendimentos mais estruturados e colaboração entre o poder público e a sociedade civil. 

Por enquanto, a Raesp MG está presente em Belo Horizonte e região metropolitana, mas planeja a expansão futuramente. 

A primeira Rede de Atenção foi criada em 2006, no Rio de Janeiro. Atualmente, organizações similares atuam em Tocantins, Rio Grande do Norte, Ceará e Mato Grosso.

*Com informações da Agência Minas. 

Leia mais:

Kalil visita centro de pesquisa da vacina SpiNTec, da UFMG, nesta quinta-feira
Plano de contingência para moradores de rua é estendido em BH
Preços de hortifrutis, afetados pelo frio, devem seguir altos pelos próximos 4 meses, avalia Faemg