A Faculdade de Medicina da UFMG inaugurou, nesta quarta-feira (4), a Unidade de Pesquisa Clínica em Vacinas (UPqVac). Os estudos serão direcionados para imunizantes contra a Covid-19 e HIV/Aids, com testes em voluntários. 

O centro foi majoritariamente financiado pelo National Institute of Health, uma agência governamental do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, a mesma responsável pelas pesquisas da vacina Janssen. 

“Tínhamos a necessidade de ter um espaço adequado para a condução desse tipo de estudo. A unidade vai fortalecer as pesquisas ao criar uma área específica para estudos clínicos e de alta qualidade”, diz Jorge Andrade Pinto, coordenador da UPqVac e professor do Departamento de Pediatria. 

O espaço promete ampliar os testes com voluntários em vacinas e tratamentos no país. Além da Covid-19 e HIV, o centro também estudará o vírus sincicial respiratório (VSR), que atinge crianças pequenas, idosos e pacientes imunossuprimidos, com câncer ou transplante. 

Leia mais:

Depois de dois dias de estabilidade, taxa de transmissão da Covid volta a subir em BH
Funcionários e alunos da UFMG podem fazer teste de Covid gratuitamente; confira
Butantan lança laboratório móvel para sequenciar variantes em São Paulo