Dos 34 municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte, pelo menos sete precisaram interromper a vacinação contra a Covid-19 por falta de doses. Nesta quinta-feira (29), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) iniciou a distribuição de 878.040 unidades de imunizantes aos municípios de Minas. 

Em Confins, localidade mais adiantada na aplicação por idade da Grande BH, a suspensão começou na terça-feira (27), quando era previsto proteger os moradores de 21 anos ou mais. No entanto, com a chegada do novo lote, a previsão é retomar a campanha já nesta sexta-feira (30).

Após 15 dias sem vacinar a população com a primeira dose, Esmeraldas voltará a imunizar os cidadãos também nesta sexta. Será a vez daqueles com 37 anos. Em Igarapé, por outro lado, ainda não há previsão para a retomada. Nessa quarta-feira (29), o prefeito Arnaldo Chaves se reuniu com o governo do Estado para solicitar mais vacinas. 

Jaboticatubas é outro município que não está aplicando o escudo contra o coronavírus por falta de estoque. A expectativa é que a população volte a receber as injeções na próxima semana. O mesmo deve ocorrer em Pedro Leopoldo para os moradores de 39 anos.

Em Rio Acima, a imunização também foi paralisada, mas voltará a acontecer já na segunda-feira (2). O público-alvo será 40 anos. Vespasiano, que parou a aplicação na população de 37 anos, ainda não tem previsão para voltar a vacinar por faixa etária. 

Veja, abaixo, as datas previstas para o retorno da vacinação por idade nos municípios da região metropolitana:

- Confins: 30/07
- Esmeraldas: 30/07
- Igarapé: sem previsão 
- Jaboticatubas: próxima semana, mas sem data definida
- Pedro Leopoldo: próxima semana, mas sem data definida
- Rio Acima: 02/08
- Vespasiano: sem previsão

Leia mais:

BH divide vacinação entre homens e mulheres de 35 anos a partir de quarta-feira
Covid-19: Brasil deve receber 69,4 milhões de doses de vacinas em setembro