Após o anúncio da ampliação do horário de funcionamento de bares e restaurantes de Belo Horizonte, que podem ficar abertos até as 23h,o setor pleiteia maior disponiblidade de ônibus na capital mineira e região metropolitana. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Minas (Abrasel-MG) alega que a falta de transporte público no período noturno prejudica diretamente os estabelecimentos e fez uma representação junto ao Ministério Público para ter a reivindicação atendida.

"A questão já está com o procurador e a gente aguarda uma reunião para poder conversar mais sobre esse fato. A reunião ainda não foi marcada, mas esperávamos que fosse essa semana porque o problema é muito grave", explicou o presidente da Abrasel-MG, Matheus Daniel.

Segundo a Associação, muitos bares precisam arcar com custos de carros de aplicativo para os funcionários voltarem para casa e precisam repassar os gastos para o produto final.

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) confirmou que a representação da Abrasel-MG com pedido de ampliação do horário de ônibus em Belo Horizonte chegou à 14ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor nessa quinta (29) e será analisada pelo promotor para as providências cabíveis.

A respeito da oferta de ônibus em BH, o presidente do Sindicato dos Bares, Restaurantes e Similares do Estado de Minas Gerais (Sindbares-MG), Paulo Cesar Pedrosa, afirmou que o prefeito Alexandre Kalil já garantiu à entidade a ampliação dos horários no período norturno, mas sem uma data definida.

Em nota, a BHTrans informou que notificou o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) para que promova um acréscimo imediato de viagens nas linhas do transporte coletivo da capital, entre os horários de 23h e 1h da manhã. De acordo com a empresa, a medida pretende atender os trabalhadores de bares e lojas de conveniência e também a população que necessita do transporte coletivo após as 23h.

O Hoje em Dia entrou em contato com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra/MG) e aguarda  posicionamento.

Saiba as novas regras para bares e restaurantes na capital mineira

  • Bares e restaurantes têm autorização para funcionar até 23h. A retirada no local é permitida até 22h e não há restrição de horário para delivery
  • Nas mesas, serão permitidas até seis pessoas, caso a mesa tenha no mínimo 1,40m ou outra seja colocada junto  
  • Também há mudanças no horário de funcionamento das lojas de conveniência: agora, todos os dias, inclusive domingos e feriados, até 22h

Leia mais:
Mesa para 6 nos bares, pista de dança liberada e futebol com torcida única; veja novas regras em BH
BH libera funcionamento de bares e restaurantes até 23h e amplia público em shows
Teste de Covid negativo será passaporte para torcer nos estádios em BH