O retorno da torcida aos estádios e a ampliação do horário de funcionamento de bares e restaurantes foram oficializados pela Prefeitura de Belo Horizonte, nesta quinta-feira (29). O decreto, publicado no Diário Oficial do Município (DOM) e assinado pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD), já está em vigor.

A decisão já havia sido confirmada pela PBH na última terça-feira (27). Bares e restaurantes ganham autorização para funcionar até às 23h. A retirada no local é permitida até às 22h e não há restrição de horário para delivery.  

O decreto também altera o protocolo para ocupação de mesas, autorizando até seis pessoas caso, individualmente, ou em conjunto com outra, possua no mínimo 1,40m.

Também há mudanças no horário de funcionamento das lojas de conveniência, que poderão atender os clientes todos os dias, inclusive domingos e feriados, até 22h. 

Torcida nos estádios

A PBH também oficializou a autorização para o retorno de torcedores aos estádios. Mineirão e Independência poderão receber 30% do público nas arquibancadas. Segundo protocolo, publicado nesta quinta, apenas terão acesso ao espaço aqueles que apresentarem um teste negativo para a doença com espaço de 72 horas. Haverá fiscalização.

Será preciso organizar as filas, de forma a evitar aglomerações, assegurando um distanciamento mínimo de 1m entre os torcedores, além de manutenção do uso de máscara durante todo o percurso.

Aqueles que estiverem sem a proteção adequada, com cobertura do nariz e da boca, serão impedidos de entrar nos locais. Será obrigatório o distanciamento de um assento lateral e um assento frontal entre pessoas de grupos diferentes.

Confira o protocolo completo aqui.

Shows e eventos

A PBH também ampliou o público em shows e eventos. Em ambientes com assentos fixos, o limite sobe de 600 para 800 pessoas, desde que não haja consumo de bebida alcoólica. Os que permitirem, a lotação será de 600 participantes - antes, o máximo era de 400.

Para locais sem assentos fixos, passa de 600 para 800 convidados. Porém, neste caso, admite-se dois blocos de público, desde que completamente separados um do outro. No caso dos eventos corporativos, a expansão será a mesma.

Para a participação em eventos, a prefeitura exige que todos os participantes, inclusive funcionários, apresentem resultado negativo para a Covid-19, válido para teste rápido de antígeno ou RT-PCR. A medida também passa a vigorar para feiras, exposições, congressos, seminários e eventos corporativos com protocolo inicial de licenciamento a partir da vigência da portaria, que entra em vigor no dia 2 de agosto.  

Leia mais:
Covid-19: BH vacina moradores de 36 anos nesta quinta-feira; veja os endereços
Ministério da Saúde vai fazer estudo para avaliar eficácia da 3ª dose da CoronaVac
Pai de uma das vítimas da barragem em Brumadinho deve receber R$ 2 milhões em indenização