Encontros religiosos realizados em igrejas e templos agora são considerados como atividade essencial em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A informação foi divulgada pela prefeitura da cidade.

Uma lei, publicada no Órgão Oficial do Município, estabelece que as atividades realizadas nestes locais não podem ter o impedimento total de funcionamento do trabalho social, como recebimento e entrega de doações de alimentos, agasalhos ou similares, além de missas, cultos presenciais ou similares.

“Para promover as atividades, entretanto, os locais devem seguir as normas de biossegurança em prevenção à Covid-19”, informou em nota.

Ainda de acordo com a Prefeitura de Betim, a limitação do número de pessoas presentes nos espaços deve ser determinada de acordo com a metragem de cada local e conforme a gravidade da pandemia, ou de qualquer eventual situação de calamidade no município.  

Leia mais:
Escolas estaduais abrem vagas para a Educação de Jovens e Adultos; aulas começam no dia 3
Brumadinho: 30 mil pedidos de auxílio negados serão reavaliados
UFMG desenvolve forma mais rápida e econômica de detectar variantes, incluindo a Delta