O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), e integrantes do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 se reúnem, na tarde desta segunda-feira (26), para discutir os novos rumos da flexibilização na capital.

O horário do encontro, assim como os assuntos em pauta, não foram informados pela prefeitura. Desde semana passada, porém, representantes do setor de bares e restaurantes pedem a Kalil um novo horário de funcionamento e a ampliação do número de pessoas por mesa. Atualmente, estes estabelecimentos podem ficar abertos das 11h às 22h, com venda e consumo de bebidas alcoólicas. Para o delivery, não há restrição de horário.

A PBH também informou, que, caso haja algum anúncio para a população, a imprensa será convocada.

Pandemia em BH

Em BH, 253.987 casos de Covid-19 foram confirmados até a última sexta-feira (23), segundo dados do boletim epidemiológico. Desde o início da pandemia, em março do ano passado, foram 6.134 mortes provocadas pela doença. Já os índices que monitoram a pandemia estão em queda. 

A taxa transmissão está em 1, o que significa que cada grupo de 100 pessoas contaminadas na cidade transmite o coronavírus para outras 100. Caso o índice, que ainda permanece em alerta, fique abaixo desta marca, é um indicativo de que a transmissão do vírus está desacelerando na capital mineira.

Na sexta, a ocupação de leitos terapia intensiva caiu de 62,7% para os atuais 59,5%. A lotação das enfermarias teve queda ainda maior, de quase cinco pontos percentuais, e reduziu de 55,1% para 50,5%.

Leia mais:
Veja quem pode se vacinar contra Covid nesta semana em BH; confira horários, endereços e o que levar
Temperaturas devem subir em BH a partir de segunda, mas umidade permanece baixa
Apenas 14 dos 853 municípios de Minas ainda não registraram óbitos por Covid; veja lista