A Prefeitura de Betim, na Grande BH, lançou um formulário para saber a opinião dos pais dos alunos sobre a volta das aulas presenciais, que será de forma escalonada e híbrida a partir de 2 de agosto. Nesse primeiro momento, o retorno vai abranger os profissionais da educação, para o planejamento das atividades pedagógicas.

Confira abaixo as datas relativas a cada ensino:

9 de agosto: 

Educação Infantil (4 e 5 anos)
Ensino Fundamental (7°, 8º e 9° ano)
Educação de Jovens e Adultos (EJA)

16 de agosto: 

Educação Infantil (0 a 3 anos)
Ensino Fundamental (1º ao 6º ano)

As aulas seguirão o modelo híbrido, com revezamento entre aulas presenciais e remotas, para que as salas e demais estruturas das escolas não ultrapassem o limite seguro de pessoas. Para saber o posicionamento dos pais e responsáveis, a prefeitura disponibilizou um questionário, que pode ser respondido até a próxima terça-feira (27). Caso algum responsável prefira, o estudante poderá continuar apenas no ensino remoto. 

"Estamos propondo esta pesquisa para que pais e responsáveis informem o quanto se sentem seguros quanto à retomada das aulas presenciais. Nossa preocupação é com a segurança e bem-estar dos alunos, profissionais, familiares e toda a comunidade escolar. A participação de todos é muito importante para este retorno presencial", afirmou Marilene Pimenta, secretária municipal da Educação.

A pesquisa pode ser respondida no link.

Para manter a segurança dos estudante e funcionários, as escolas seguirão protocolos de saúde. As medidas incluem distância de 1,5 metro entre as carteiras, respeito à lotação máxima de cada espaço, conferir a temperatura de todos que entrarem nas dependências das escolas e a disponibilização de lavabos para a higienização das mãos. 

Matrículas para o EJA

As matrículas para o EJA serão abertas em 2 de agosto. O programa é voltado para jovens acima de 15 anos e adultos que desejam concluir o ensino fundamental. Nessa modalidade, cada ano escolar é concluído em um semestre. 

É possível realizar a matrícula até 3 de setembro. Os interessados devem ir até uma das escolas credenciadas e apresentar o documento de identificação, CPF, foto 3x4 e comprovante de endereço (originais e cópia). Caso o aluno possua um histórico ou declaração escolar, é recomendado incluir nos documentos necessários. 

As aulas acontecem de segunda a quinta-feira, das 18h às 22h. Todos os alunos recebem material didático, merenda e passe escolar (caso atendam aos requisitos). 

A outra modalidade do EJA, denominada como “não formal”, tem matrículas abertas durante todo o ano letivo. Nessa opção, o aluno vai à escola somente para realizar as provas necessárias para obter o certificado de conclusão. 

Confira abaixo as escolas credenciadas:

  • E.M. Abílio Gomes da Costa (Imbiruçu)
  • E.M. Antônio D'Assis Martins/Gigante (Centro)
  • E.M. Aristides José da Silva (Jardim Teresópolis)
  • E.M. Belizário Ferreira  Caminhas (Jardim Teresópolis)
  • E.M. Edir Terezinha  de Almeida Fagundes (Guanabara)
  • E.M. Edméia Duarte  de Oliveira Braga (Niterói)
  • E.M. Frei Edgard Groot (Citrolândia)
  • E.M. Gino José de Souza (São João)
  • E.M. Isaura Coelho (Alterosas)
  • E.M. Lúcia Farage  Freitas Gumiero(Taquaril)
  • E.M. Maria Cristina (Laranjeiras)
  • E.M. Maria Elena da Cunha Bráz (Icaivera)
  • E.M. Maria da Penha dos Santos Almeida (Cruzeiro do Sul)
  • E.M. Mário Marcos Cordeiro Tupynambá (Boa Vista)
  • E.M. Valério Ferreira Palhares (Petrovale)

Leia mais:

Minas prevê aplicar as duas doses da vacina contra Covid em toda a população adulta até janeiro
‘Não temos a variante Delta circulando no Estado’, diz secretário de Saúde de Minas
Veja quais são as regras para o retorno de estudantes do ensino médio às aulas presenciais em BH