A influenciadora digital Lívvia Bicalho, de 37 anos, encontrada morta em João Monlevade, na região Central de Minas, foi assassinada pelo namorado, Rafael Ribeiro, de 39 anos, que cometeu suicídio logo em seguida. A conclusão é da Polícia Civil, que investigava o fato, ocorrido em 21 de abril deste ano.

De acordo com a corporação, o inquérito foi finalizado e remetido à Justiça em 26 de maio deste ano. "Os trabalhos investigativos apontaram para a prática de feminicídio e, em seguida, autoextermínio (sucídio)", informou, em nota.

Lívvia e Rafael foram encontrados mortos dentro do apartamento do casal. Segundo informações da Polícia Militar (PM), vizinhos contaram que ouviram disparos após uma discussão. Cerca de uma hora e meia antes do crime, os militares foram ao local, a pedido da mulher. Os agentes encontraram uma arma de fogo em uma das mãos do homem.  

Livvia Bicalho tinha 37 anos, era influenciadora digital e contava com 100 mil seguidores no Instagram. Ela deixou dois filhos, sendo um menino de 9 anos e uma jovem de 19.

Leia mais:
Estado divulga as 40 startups que seguem na seleção de programa de aceleração; confira a lista
Justiça Eleitoral cassa mandatos do prefeito e vice de Ibirité, na Grande BH
Força-tarefa que mira combate ao tráfico de drogas entra na 3ª fase em Minas