Uma mulher de 41 anos foi assassinada a facadas na noite desse sábado (17), no Centro de Belo Horizonte. Ela era gerente de um hotel de prostituição na rua Guaicurus e a suspeita é que tenha sido morta por um cliente do local. 

Segundo o Boletim de Ocorrências da Polícia Militar, a vítima foi socorrida por um taxista ao hospital Odilon Behrens, na região Noroeste. O autor do crime, de 53 anos, foi perseguido e espancado por populares.

Ao chegar no local, a guarnição encontrou o agressor com um pedaço de madeira na cabeça. Ele também foi encaminhado para a mesma unidade hospitalar, onde recebeu voz de prisão. 

De acordo com testemunhas, o homem teria frequentado o estabelecimento mais cedo, mas foi expulso pela vítima. O suspeito voltou mais tarde e eles iniciaram uma discussão. Quando ela virou as costas, foi apunhalada.

Já no hospital, a mulher não resistiu aos ferimentos e morreu. A perícia foi chamada ao local e a PM tentou localizar os populares que agrediram o autor, mas sem sucesso. 

A expectativa é que imagens das câmeras do Olho Vivo e de alguns estabelecimentos comerciais possam ajudar a esclarecer os fatos.

Leia mais:

Em um dia, bombeiros atenderam 276 ocorrências de incêndios em vegetação em Minas
Maior prêmio da música instrumental mineira chega à 20ª edição