A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia ouve, nesta terça-feira (13), Emanuela Medrades, diretora técnica da Precisa Medicamentos, empresa que teria feito a intermediação nas negociações para compra da vacina Covaxin.

Acompanhe ao vivo:

A convocação, aprovada pela CPI em 30 de junho junto à transferência de sigilo telefônico e telemático da convocada, foi requerida pelos senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

“Para que seja possível esclarecer os detalhes de potencial beneficiamento da Bharat Biotech, representada no Brasil pela Precisa Medicamentos, na negociação de compra de vacinas pelo Ministério da Saúde, faz-se necessária a oitiva da Sra. Emanuela Medrades, diretora técnica de referida importadora”, afirmou Alessandro no requerimento. 

A diretora da Precisa Medicamentos terá o direito de ficar em silêncio durante a oitiva. Um habeas corpus foi concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, alegando que os fatos indicam que Emanuela Medrades será ouvida na condição de investigada e não como testemunha.

(*) Com informações da Agência Senado

Leia mais:
Empresário que se calou na CPI da BHTrans é reconvocado, mas consegue liminar para não comparecer
PF abre inquérito para apurar conduta do presidente no caso Covaxin
CPI da Pandemia: consultor aponta erros em faturas enviadas para compra da Covaxin