Depois de mais de um ano longe das arquibancadas, torcedores poderão voltar a frequentar os estádios de futebol no Vale do Aço a partir deste sábado (10). A medida, tomada após avanço da região para a Onda Verde do Minas Consciente, foi vista com entusiasmo pelo governador de Minas, Romeu Zema (Novo).

Em entrevista à Rádio 98FM de Teófilo Otoni, nesta sexta-feira (9), o chefe do executivo estadual disse estar otimista com a decisão, mas pediu que a população não “relaxe” e continue cumprindo os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19.

“É um público restrito, se o estádio tem capacidade para 20 mil, poderá receber 3 mil pessoas. Mas não deixa de ser uma notícia excepcional, depois de quase um ano e meio com tudo fechado e eventos suspensos. Estou muito otimista, mas quero pedir que ninguém relaxe. Vamos usar a máscara, manter o distanciamento e medidas de higienização. Isso também tem ajudado muito a melhorar os números do Estado”, disse.

Com a autorização para retorno, torcedores do Ipatinga poderão comparecer ao Ipatingão no sábado, às 15h, para acompanhar a partida entre o time da casa e o Tupynambás, válida pela segunda rodada do Módulo II do Campeonato Mineiro. O Tigre vem de derrota por 2 a 1 para o Tupi, na estreia da competição estadual, e ocupa a oitava posição da tabela de classificação. 

Na quarta-feira (7), o prefeito da cidade, Gustavo Nunes (PSL), já havia dito que a ocupação das arquibancadas seria de 15% da capacidade, com espaçamento de duas cadeiras para cada uma ocupada, além do uso obrigatório de máscara.

Reunião na FMF

Após o governo anunciar a liberação, a Federação Mineira de Futebol (FMF) informou que uma reunião entre os órgãos competentes será realizada na tarde desta sexta, quando os detalhes operacionais sobre a possibilidade da retomada serão definidos. 

Leia mais:
Federação Mineira de Futebol faz reunião nesta sexta para discutir possível volta da torcida a jogo
Ipatinga x Tupynambás, pelo Módulo II, deverá ser com torcida neste sábado
Minas espera receber mais 351 mil doses de vacinas nesta sexta; Sputnik pode chegar ainda em julho