Dois dos três indicadores monitorados pela Prefeitura de Belo Horizonte para verificar a pandemia de Covid-19 na cidade registraram alta nesta sexta-feira (2), um dia após o anúncio de uma nova flexibilização na capital mineira, com a liberação de eventos, teatros e shows. As medidas já estarão valendo neste sábado (3).

Segundo o boletim epidemiológico, a taxa de transmissão do vírus, que vinha de mais de uma semana de sucessivas quedas e estabilidade, subiu de 0,89 para 0,90, o que significa que 100 pessoas contaminam, em média, outras 90.

Já a ocupação em enfermarias, com pacientes infectados pelo novo coronavírus, aumentou de 49,1% para 51,2%.

O único índice que apresentou melhora foi a taxa de ocupação dos leitos de UTI, que chegou a 64,5% ante 65,1% do informe anterior.

Ao todo, 5.821 moradores da capital já morreram com Covid-19. Desde o início da pandemia, 238.404 foram infectados. 

BH tem, conforme a prefeitura, 1.111.498 pessoas imunizadas com a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus, o que representa 55,5% do público-alvo da campanha - moradores acima dos 18 anos.

Com a segunda dose e completamente imunizados são 425.186 pessoas, o equivalente a 21,8%.