Um jovem de 18 anos, morador do Aglomerado da Serra, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, foi baleado e morto durante uma ação da Polícia Militar na comunidade nessa segunda-feira (28). 

Segundo a PM, ele teria envolvimento com o tráfico de drogas e levou dois tiros, um nas costas e outro na cabeça. O rapaz chegou a ser socorrido pelos militares, mas morreu logo após dar entrada no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. 

De acordo com o boletim de ocorrência, os agentes de segurança realizavam uma operação com foco na prevenção de homicídios e na repressão ao tráfico de entorpecentes na Vila Marçola. Assim que entraram na rua Caraça e começaram a se deslocar por um beco, cinco pessoas começaram a correr na direção deles. Os policiais chegaram a dar ordem de parada, que não foram acatadas.

Ainda conforme o boletim, com os suspeitos foram achados drogas e rádios comunicadores e, após resistência à abordagem, os jovens começaram uma briga com os PMs, quando a vítima teria tentado pegar a arma de um deles. Foi então que, segundo a ocorrência, o suspeito teria chutado a mão do policial, que efetuou o primeiro disparo. Como as agressões teriam continuado, atirou outra vez.

Durante a luta corporal entre a PM e dois dos suspeitos, um outro rapaz também foi ferido e levado para o hospital. Com eles foram encontrados 180 buchas de maconha, duas porções de cocaína, R$ 410 em dinheiro, rádios comunicadores e celular.

A reportagem do Hoje em Dia procurou, mas ainda não conseguiu retorno da Polícia Militar sobre a ação que resultou na morte do jovem.

Já a Polícia Civil informou que instaurou inquérito e as investigações estão em andamento pelo Departamento Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa, em Belo Horizonte.