O imunizante contra a Covid-19 foi recusado por 170 policiais civis mineiros. O número foi divulgado pelo chefe da corporação, Joaquim Francisco Neto e Silva, durante audiência na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta segunda-feira (28).

“Nós tivemos 170 que se recusaram a vacinar e, no total, 1.952 que não se vacinaram. O que nós fizemos foi proceder a uma recomendação para levantamento nominal daqueles que ainda restam a ser vacinados. Essa foi a primeira medida, depois há de vir outras medidas”, informou Joaquim.

Segundo o chefe da Polícia Civil, 9.138 servidores da instituição já foram imunizados. Em 115 municípios, 100% dos policiais receberam as doses.

PMMG

Em audiência pública realizada no início deste mês, também na Casa,  coronel Rodrigo Sousa, comandante-geral da Polícia Militar, informou que 89,1% do efetivo recebeu a primeira dose do imunizante, enquanto 24% as duas aplicações.

Leia Mais:
Polícia procura jovem suspeita de aplicar golpe 'Boa Noite, Cinderela' em bairros nobres de BH