Ao menos duas aglomerações feitas de forma clandestina, com um um total de cerca de 250 pessoas, foram desfeitas por Polícia Militar e Guarda Municipal entre a noite de sábado (26) e a madrugada deste domingo (27), na Grande BH. As festas aconteciam em Betim e Ribeirão das Neves. Quatro pessoas foram presas. 

Em Betim, foram três detidos durante operação da Guarda Municipal, na madrugada de hoje, em um bar, localizado no bairro Teresópolis. O estabelecimento reunia mais de 100 pessoas e não possuía alvará de funcionamento.

De acordo com a prefeitura, o local já havia sido interditado neste ano. No momento da fiscalização, as clientes não usavam nem portavam máscaras. 

Os agentes flagraram consumo excessivo de bebidas alcoólicas e som muito alto. No estabelecimento foram encontrados cerca de 70 pinos de cocaína e três máquinas caça-níquel. 

O proprietário do imóvel, a pessoa apontada como dona do bar e o indivíduo que vendia entorpecentes foram detidos e encaminhados para a delegacia de plantão. 

Além disso, frequentadores também foram multados pelo não uso de máscara, contrariando os decretos municipais sobre a prevenção e contágio da Covid-19.

Ribeirão das Neves

Em Ribeirão das Neves, também na Grande BH, uma festa com 150 pessoas foi interrompida pela PM na noite de sábado (26). Uma pessoa foi presa. O evento, que acontecia em um sítio localizado no bairro Porto Seguro, contava com vários menores que não usavam máscaras.

De acordo com o Boletim de Ocorrências (B.O.), no momento da festa acontecia uma grande aglomeração de pessoas que desrespeitavam o isolamento social previsto como medida para contenção da pandemia da Covid-19. Os militares também flagraram a venda ilegal de bebidas alcóolicas para adolescentes. A comissionária da Vara da Infância e Juventude do município foi acionada e registrou 22 menores, com idades entre 11 e 17 anos, que serão ouvidos posteriormente. 

O responsável pela festa - um homem de 25 anos - foi preso por vender bebida álcoolica para menores de 18 anos. Em depoimento aos militares, ele afirmou que alugou o sítio de um terceiro para a realização da festa. O suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Plantão de Ribeirão das Neves aonde a ocorrência foi registrada. 

Leia mais:

Carga de maconha avaliada em R$ 3 milhões é apreendida em Uberaba, no Triângulo Mineiro
Briga entre torcedores de Atlético e Cruzeiro é registrada em Belo Horizonte; veja vídeo