Um policial militar, de folga, matou um cachorro a tiros no meio da rua, nesta quinta-feira (24), na região de Venda Nova, em Belo Horizonte. 

De acordo com o boletim de ocorrência, o militar disse que o animal se soltou da coleira e investiu contra ele e a cadela dele, uma american bully, enquanto eles caminhavam pela avenida Elias Antônio Issa, no bairro Letícia.

Já o dono do animal alegou que saiu de casa para ir ao supermercado e levou o cão, um vira-lata chamado Yanke, para passear. Enquanto ele estava no estabelecimento, deixou o animal preso na coleira e amarrado do lado de fora, mas ele teria se soltado.

O homem contou ainda que correu para tentar pegá-lo, mas o vira-lata teria se estranhado com cachorro do policial, que sacou uma arma e atirou. 

PM mata cachorro

Os envolvidos foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Veja a nota da PMMG na íntegra:

"Com relação ao REDS 2021-30395701-001, a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) esclarece que, segundo a versão do policial militar, que estava de folga e a paisana, durante caminhada com seu cão, da raça American Bully, eles foram atacados por um cachorro de grande porte que estava solto na via e que chegou a gritar para que o animal se afastasse. 

Ainda de acordo com o militar, ao defender-se e defender o seu cão de uma agressão oriunda de outro animal, ele agiu em Estado de Necessidade, conforme previsto no Código Penal brasileiro, efetuando disparos de arma de fogo.

A PMMG esclarece ainda que o policial militar e o proprietário do cão atingindo foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil, com os materiais apreendidos, para as providências cabíveis".