Um jovem de 24 anos foi preso nesta quinta-feira (4) em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, após fazer uma publicação em uma rede social referente a visita do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à cidade. Ele é suspeito de incitar ameaças de violência e morte contra o chefe de Estado. A prisão foi feita pela PM e o caso encaminhado à Polícia Federal (PF).

Na quarta (3), o suspeito publicou uma mensagem no Twitter, onde questionou: “Gente, Bolsonaro em Udia amanhã... Alguém fecha virar herói nacional?”, diz. Pelo menos outras três pessoas responderam a publicação com mensagens como "Só preciso da arma". Elas também serão investigadas.

O jovem foi rastreado a partir do serviço de inteligência da Polícia Militar da cidade, que identificou as postagens, segundo a corporação, com “propaganda e incitação à prática de crimes contra a integridade física e a vida do Exmo. Presidente da República Jair Messias Bolsonaro, assim como promessas de realizá-las durante a passagem dele pela cidade de Uberlândia/MG”. Ele foi detido em casa.

Segundo a Polícia Federal, o suspeito foi posteriormente conduzido para a delegacia, onde foi preso em flagrante por crimes previstos na Lei de Segurança Nacional. A pena prevista pode variar de dois a oito anos de prisão.

A PF também pontuou que vai continuar a investigação para identificar e prender os outros envolvidos e que os autores também podem ser indiciados pelos mesmos crimes.

Leia mais:
Minas teve 100 mil novos casos da Covid-19 apenas nos últimos 20 dias
Motoristas aguardam por até 7h na fila para garantir gasolina a R$ 3,50 o litro, em BH; veja vídeo
Receita Federal usa declarações de terceiros para documento pré-preenchido do imposto de renda