O preço médio do pente com 30 ovos subiu 100% nos últimos seis meses em Belo Horizonte, segundo o site de pesquisas Mercado Mineiro e aplicativo ComOferta. Em determinados comércios, o alimento pode ser encontrado a até R$ 17,99. 

De acordo com Feliciano Abreu, diretor da plataforma, o sistema de monitoramento mostrou o aumento absurdo do preço nas últimas semanas em comparação com os valores praticados em setembro de 2020. Na capital, o pente pode ser encontrado em preços entre R$ 7,98 e R$ 17,99, e a dúzia de R$ 6,99 a R$ 8,99.

Conforme o especialista, o consumidor precisa pesquisar e ficar atento ao tamanho dos ovos. "Você não pode só comprar o pente. Há locais em que os 30 ovos estão custando R$ 9,99, mas chega lá e é quase um ovo de codorna", afirmou.

Motivos do aumento

Uma das razões para a subida é o período religioso da Quaresma, onde os praticantes evitam o consumo das carnes e optam pelos ovos e pelos peixes. Com mais gente comprando ovos, o preço sobe, conforme prevê a lei da oferta e da demanda.

Outro motivo é que a produção da proteína de origem animal cai no período, o que diminui a oferta do produto. Por fim, o preço das carnes vem apresentando altas seguidas, o que faz com que as pessoas busquem pelos ovos. Os fatores reunidos dificultam a vida do trabalhador.

"Nos outros anos, as pessoas ainda tinham condição de comprar o ovo mais caro. Dessa vez, o consumidor fica desesperado porque vê cada vez menos opções de alimentação", afirmou Feliciano.

Situação não muda após Quaresma

De acordo com o especialista, os preços altos dos ovos não devem cair após o fim da Quaresma - que teve início em 17 de fevereiro e vai até 3 de abril. O motivo, novamente, está nos valores das carnes: mais gente busca pelos ovos, o preço sobe.

"Se a carne estivesse em preços normais ou caindo, a situação poderia se modificar. Mas não é o que temos visto. Estamos pesquisando os valores nesta semana e, ao invés de queda, vemos uma tendência de aumento no preço das carnes", explicou.

Dicas

Além de atentar-se ao tamanho dos ovos vendidos, Feliciano recomenda que o consumidor fique de olho em promoções nos supermercados, os chamados dias de feira de hortifrutigranjeiros.

"É aquele dia que os grandes supermercados ofertam os itens por preços menores. Tenho até medo disso acabar pois até isso está reduzindo devido à questão da oferta e demanda", disse.

Leia mais:
Na 'Onda Roxa', Patos não será palco URT x Cruzeiro; mandante tem prazo para definir novo local
'Vou em todos os jogos e quem não se conformar, que se dane!', dispara prefeito de São João del-Rei
Músicos militares da PM apresentam canção do Queen em vídeo; assista