Dois dos principais indicadores que avaliam a evolução da Covid-19 em Belo Horizonte estão em alerta vermelho, segundo o boletim epidemiológico da prefeitura desta terça-feira (2). A taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva voltou a subir e chegou a 76,3%. Em comparação com o levantamento dessa segunda-feira (1º), houve um aumento de 1,6 ponto percentual. Pelo terceiro balanço consecutivo o índice fica acima dos 70%, considerado zona crítica pela escala de risco.

Já a taxa de transmissão da doença, o chamado índice Rt, que havia disparado nessa segunda, segue em 1,20. Isso significa que cada grupo de 100 contaminados pelo coronavírus pode transmitir a doença para outras 120 pessoas, em média.

Já os leitos de enfermaria, para pacientes em estado menos grave da doença está 58,0%. 

Boletim Covid

Vítimas

A capital mineira registrou 17 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Ao todo, desde o início da pandemia, a cidade já perdeu 2.763 vidas por causa da doença. 

O número total de casos confirmados no município está em 113.200. Os casos em acompanhamento totalizam 4.824. Essas pessoas tiveram a Covid-19, não evoluíram para óbito e permanecem sob análise médica.

Os recuperados somam 105.613 pacientes. De acordo com a prefeitura, eles receberam alta hospitalar ou, após início de sintomas há mais de 14 dias, não tiveram evolução para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou óbito.

Imunizados

O informe também trouxe o balanço de imunizações. Até o momento, 208.920 doses de vacinas foram distribuídas no município, sendo que 115.897 receberam a primeira dose e 59.799, a segunda.