Começa na segunda-feira (8) o ano escolar da rede estadual de ensino, ainda de forma remota. Porém, só na segunda seguinte, dia 15, é que as video aulas se iniciam. Nesta terça-feira (2), a Secretaria de Estado de Educação (SEE) anunciou mudanças nas ferramentas de ensino e premiações para as escolas pelo bom desempenho de gestão e aprendizado. 

Na primeira semana, os estudantes passarão por atividades de acolhimento e os Planos de Estudos Tutorados serão disponibilizados. Diferentemente de 2020, as apostilas deixam de ser enviadas mensalmente e passam a ser distribuídas a cada 60 dias pelo aplicativo Conexão Escola 2.0. Os alunos sem acesso à internet seguirão recebendo os materiais de forma impressa.

Em 2021, o app usado pelos alunos e professores foi atualizado e recebeu a interface da plataforma Google Sala de Aula. A navegação é patrocinada pelo governo de Minas aos usuários.

Na segunda-feira (15), começam as teleaulas do programa Se Liga na Educação, que será transmitindo de segunda sexta pela Rede Minas, de 7h30 às 12h30 e reapresentado pela TV Assembleia.

Investimentos

A gestão estadual vai premiar 900 unidades de ensino pelo desempenho administrativo e de aprendizado. Serão distribuídos R$ 90 milhões em três fases.

A primeira, em maio, fará menções honrosas a 300 colégios pelos bons resultados no Prêmio Escola Transformação. A segunda, em agosto, premiará outras 300 instituições com R$ 100 mil, enquanto a terceira dará R$ 200 mil a mais 300 unidades em novembro.

Outros R$ 340 milhões serão investidos para a alimentação das crianças e jovens. O valor disponibilizado é o dobro do ano passado. Na pandemia, os alunos passaram a receber um "kit alimentação", que é bancado pela verba da merenda. Mais R$ 90 milhões serão investidos em manutenção e pequenos reparos nas unidades de educação.