O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), tem compromissos nesta terça-feira (2) em Brasília. Durante o dia, ele se reunirá com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O chefe do Executivo estadual também estará com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e demais governadores do país, em busca de apoio para o enfrentamento à pandemia da Covid-19. Eles pedirão que o parlamentar aprove um novo orçamento para os gastos com saúde em 2021, diante do cenário vivido por conta da doença. Em uma publicação feita em uma rede social, semana passada, Lira disse que as propostas terão que respeitar o teto de gastos.

O encontro ocorre em um dos momentos mais críticos da pandemia em Minas, desde março do ano passado. Em fevereiro, o Estado registrou o maior número de mortes provocadas pela doença, com 3.505 óbitos nos 28 dias. Também no mês passado, cidades do interior mineiro viveram colapso no sistema de saúde, com falta de leitos e explosão de casos do novo coronavírus. 

Nessa segunda-feira (1º), o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula, divulgou uma carta com sugestões de medidas urgentes contra um colapso das redes pública e privada, diante do aumento das notificações da doença. Dentre elas, a necessidade de toque de recolher nacional e o fechamento de bares e praias. 

O Hoje em Dia entrou em contato com a assessoria de comunicação do governador de Minas para confirmar as pautas que serão tratadas nas demais reuniões, mas não obteve retorno. 

Confira a agenda oficial de Romeu Zema para esta terça-feira:

  • Reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, às 10h30
  • Reunião com o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, às 13h

Leia mais:
Multinacional investirá R$ 400 milhões em Minas e dobrará capacidade de produção de embalagens
Zema não assina nota em que 19 governadores repudiam Bolsonaro
Mesmo após fim da greve, há fila para abastecer em BH; em alguns postos já falta combustível