Uma babá de 41 anos e um bebê de cinco meses morreram atropelados na tarde da última quinta-feira (18), em Sete Lagoas, na Região Central de Minas.

Adriana Pereira estava com a irmã e o bebê, na porta de casa, quando foi atingida pelo veículo desgovernado, conduzido por um jovem de 18 anos, que não tem habilitação para dirigir.

Adriana morreu na hora. O bebê foi socorrido, mas chegou sem vida ao hospital. A irmã da babá, outra vítima do atropelamento, teve uma fratura no braço.

Segundo informações da Polícia Militar, cinco pessoas estavam no carro no momento da ocorrência, inclusive o dono do veículo.

O grupo fazia uma festa em uma casa vizinha e tinha saído para buscar bebidas, quando o motorista não conseguiu fazer a curva e invadiu o terreno.

Todos os ocupantes do veículo fugiram a pé após o atropelamento, mas o proprietário do veículo foi perseguido e detido pelos militares, sob a acusação de ter cedido o carro a um condutor inabilitado.

Ainda de acordo com a PM, vizinhos, revoltados com o atropelamento, jogaram pedras e atearam fogo na residência da mãe do motorista, onde ocorria a festa. Ele está foragido.