O corpo do pastor Fernando Guillen, da Igreja Batista da Lagoinha, que morreu vítima da Covid-19, foi enterrado na tarde desta quinta-feira (18) em um cemitério de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O líder religioso, que tinha 41 anos, estava internado desde janeiro, após contrair Covid-19, e morreu nessa quarta-feira (17) por complicações da doença.

A morte foi anunciada nas redes sociais do pastor.

"Comunicamos que na madrugada desta quarta-feira 17/02/2021 nosso Apóstolo, Pai espiritual e General de Deus foi recebido nos céus. Ele levantou-se do leito de sofrimento e enfermidade, foi ao encontro de Jesus, que ficou de pé para recebê-lo, pois sua trajetória na Terra transcendeu", informou um comunicado publicado no perfil oficial do apóstolo.

Guillen deixa mulher e filha.