Sete veículos se envolveram em acidentes no mesmo ponto do Anel Rodoviário, próximo ao viaduto do bairro Padre Eustáquio, na região Noroeste de Belo Horizonte, na manhã desta quinta-feira (18). Um motociclista, de 40 anos, ficou ferido e foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, chovia muito no momento das colisões, por volta das 5h30, e a visibilidade era difícil no local. Ao todo, conforme a Polícia Militar, se envolveram no acidente dois automóveis, dois caminhões, um micro-ônibus e duas motocicletas.

O primeiro a se chocar foi o Fiat Linea, que bateu contra a mureta direita da pista, no sentido Vitória (ES), logo após uma curva. Em seguida, o condutor de uma das motos, de 40 anos, não conseguiu frear e bateu no carro, vindo a sofrer escoriações. 

O Samu foi chamado e encaminhou o homem para atendimento médico. O outro motociclista atingido negou atendimento médico. Conforme os militares, o local foi sinalizado com cones, mas outros veículos não conseguiram desviar e acabaram colidindo. Em um dos casos, um dos motoristas de uma das carretas afirmou à PM que acionou os freios, mas o equipamento falhou, vindo a chocar-se com os demais veículos.

Além disso, o Corpo de Bombeiros avaliou os riscos de explosão no local devido aos acidentes, mas constatou que os mesmos eram inexistentes.

Reflexo

As diversas colisões registradas no Anel Rodoviário provocaram reflexos no trânsito da via e nas proximidades.

De acordo com a Via 040, concessionária que administra a BR-040, o fato - ocorrido fora do trecho de concessão da empresa - ocasionou lentidão por cerca de quatro quilômetros na altura do km 533 do Anel, com impacto na 040. O trânsito seguiu lento até por volta das 8h20, segundo informou a concessionária.

Uma hora antes dos acidentes, por volta das 4h30 da manhã, o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais divulgou um alerta no Twitter pedindo atenção redobrada dos motoristas devido às fortes chuvas que caíam no Anel Rodoviário. Segundo a polícia, havia diversos pontos de alagamento, sobretudo, na extensão do km 533 do Anel até o km 463 da BR-381.

Leia mais:
Em um mês de vacinação contra a Covid, Minas imunizou apenas um grupo prioritário integralmente
Indicador Antecedente da economia brasileira recua 1%, diz FGV
Funcionários da Fundação Casa são afastados após relatos de agressão