A confirmação da nova variante do coronavírus, P1, feita pelo Laboratório Central da Fundação Ezequiel Dias (Lacen/Funed), em Belo Horizonte, em pacientes vindos de Manaus para serem tratados em Uberaba, no Triângulo Mineiro, preocupa o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH).

Até agora, nenhum caso de contaminação pela nova variante foi confirmado em Minas Gerais, mesmo assim o infectologista do Comitê, Estevão Urbano, acredita que ela já está circulando pelo Estado. Mas, por enquanto, o percentual é tão baixo que não dá para ser identificado.

Estevão Urbano esclarece que essa nova variante é muito mais transmissível e pode ser mais agressiva. Por isso, é fundamental a continuidade dos protocolos sanitários de segurança, como o isolamento social, a não aglomeração, o uso de máscara e de álcool em gel. “É preciso muita resiliência porque a batalha não foi vencida ainda”, conclui o infectologista.

Acompanhe a entrevista na íntegra.