A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), reservados para pacientes com Covid-19, voltou ao nível amarelo do gráfico dos indicadores de monitoramento após três dias em alta. Nesta quinta-feira (11), segundo dados do boletim epidemiológico, o índice está abaixo de 70%. Das 585 vagas em hospitais das redes pública e privada, 69,4% estão ocupadas. 

O indicador volta a ocupar a faixa amarela após chegar a atingir 69,4% e 68,4% nos boletins de quinta (4) e sexta (5) da semana passada. Nos três últimos dias o índice estava acima de 70% e no nível vermelho do gráfico, em estado de alerta máximo.

Já o número médio de transmissão por infectado (Rt) segue em avanço pelo quarto dia seguido na capital mineira. Nesta quinta, o Rt está em 0,94, o que significa que, em média, 100 pessoas infectadas pelo novo coronavírus transmitem a doença para outras 94. Mesmo com as constantes altas, o índice ainda está no nível verde do gráfico e se mantém em controle, abaixo de 1.

Outro indicador importante no monitoramento da pandemia, a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria também segue em verde. Hoje, das 1.471 vagas destinadas para os pacientes em unidades de saúde da capital, 47,7% não estão mais disponíveis, um aumento de 0,5% quando comparado ao boletim de ontem (10).

Quarenta e uma mortes em 24 horas

O boletim desta quinta também atualizou os dados referentes ao número de casos e óbitos ocasionados pelo novo coronavírus. De acordo com o levantamento, 41 mortes foram registradas em apenas 24 horas na capital. Com isso, BH já perdeu 2.476 vidas para a Covid-19 desde o início da pandemia, em março do ano passado, sendo 1.349 homens e 1.127 mulheres.

Também em um dia, foram confirmados 680 novos casos da doença. Ao todo, 98.462 pessoas já testaram positivo para a Covid. Destas, 90.830 já se recuperaram e outras 5.156 estão em acompanhamento.

Imunizados

Quase 75.500 pessoas já receberam a dose do imunizante contra a Covid-19 em Belo Horizonte. Desde o início da campanha de vacinação, no dia 18 de janeiro, 75.498 belo-horizontinos foram vacinados.

Dentro deste grupo estão 59.009 pessoas que receberam a primeira dose da vacina chinesa CoronaVac e outras 16.489 que receberam a primeira dose do imunizante da AstraZeneca/Oxford.

Os dados também informam que 19.213 já receberam a segunda dose do imunizante chinês. Até o momento, 171.871 doses já foram distribuídas aos 224 postos de imunização, que são compostos por hospitais da Rede SUS e Suplementar de Saúde, Unidades de Pronto Atendimento, SAMU, Centros de Saúde, Laboratórios e equipe volante.

Belo Horizonte já recebeu, ao todo, 242.220 doses para imunizar a população, sendo 201.720 da vacina chinesa e 40.500 do imunizante da AstraZeneca/Oxford.

Leia mais:
Assembleia Legislativa prorroga estado de calamidade pública em Minas até junho
Minas Gerais investiga mais de 70 casos suspeitos de reinfecção por Covid-19
Ainda sem revelar o valor, Bolsonaro estima que auxílio emergencial deve voltar a ser pago em março