Um homem, de 32 anos, que era mantido em cárcere privado e sofria maus tratos, foi resgatado pela Polícia Civil, na zona rural de Juiz de Fora, Zona da Mata. Ele seria dependente químico e foi levado para o local para ficar longe das drogas.

Os policiais encontraram a vítima acorrentada e com lesões por todo o corpo. Dois homens, de 20 e 35 anos, foram presos em flagrante.

Segundo o delegado Rogério Woyame, o homem foi acorrentado na cama em um quarto de um sítio. Ele tinha ferimentos pelo corpo, resultado de graves agressões. "A vítima estava sentindo muitas dores e ainda estava muito confusa, mas informou que os dois homens que foram presos eram os responsáveis pelos maus tratos".

De acordo com as investigações, o dependente químico foi levado para o lugar afastado para ficar longe das drogas, contudo, era submetido a torturas. O homem foi socorrido e levado para o hospital.

As investigações seguem em andamento para conclusão do inquérito. A Polícia não informou se os suspeitos presos eram parentes da vítima ou apenas vigiavam o local do cativeiro.