Nas últimas 24 horas, Minas registrou 9.593 novos casos de Covid-19, novo recorde para o período de um dia desde o início da pandemia, em março do ano passado. Assim, o Estado já chegou a 677.809 infectados pelo novo coronavírus. Os dados são do boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde (SES) desta sexta-feira (22).

A maior marca até então era do último dia 15, quando 9.120 pessoas foram atestadas com a doença em um dia. Na quarta-feira (20), o Estado também registrou outro recorde negativo: o de mortes. De um dia para o outro, 214 mineiros morreram por complicações decorrentes da contaminação pelo novo coronavírus.

Ainda conforme o levantamento desta sexta, 119 óbitos foram confirmados em 24 horas, totalizando 14.010. Dos 853 municípios do território, 726 já contabilizaram ao menos uma vítima fatal da Covid-19.

A SES informou, ainda, que 600.981 pessoas já se recuperaram do novo coronavírus em Minas. Outros 62.818 pacientes seguem em observação, internados ou em isolamento. 

BH em alerta

Segundo dados do boletim epidemiológico da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) dessa quinta-feira (20), mais de 80 mil pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus na capital mineira. De acordo com o levantamento, ao todo, a cidade já registrou 80.801 testes positivos e 2.140 vidas perdidas pela doença.

Já os três indicadores de monitoramento da pandemia da Covid-19 estão em queda na metrópole A taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) reservados para pacientes com Covid está em 81%, enquanto a dos leitos de enfermaria é de 65,7%. 

O número médio de transmissão por infectado (Rt) caiu de 1,03 para 1,02 nesta quinta, o que significa que, em média, cem pacientes infectados transmitem a doença para outros 102. 

*Com informações de Marina Proton

Leia mais:

BH ultrapassa 80 mil casos confirmados de Covid-19; taxas de ocupação e transmissão registram queda
Covid-19 já matou em 71% dos bairros de BH; quantidade de óbitos pode ser ainda maior
Governo de Minas lança site com tira-dúvidas sobre a vacinação contra a Covid-19