O segundo dia de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 será neste domingo (24). Os portões dos locais de prova serão abertos às 11h30, e fechados pontualmente às 13h. Veja o que pode e o que não pode durante a prova.

Enquanto no primeiro fim de semana os alunos fizeram provas de Linguagens, Ciências Humanas e a Redação, nesta nova etapa o foco está nas questões de Matemática e de Ciências da Natureza. O exame terá início no mesmo horário, às 13h30, mas será encerrado 30 minutos mais cedo, às 18h30.

O tempo mínimo de permanência na sala é de duas horas após o início da aplicação dos testes. Ou seja, o participante só será liberado 15h30.

Neste ano, além do documento oficial de identificação com foto e da caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, a máscara de proteção facial passou a integrar a lista. Os inscritos sem o equipamento não poderão ingressar no local. 

A lista completa de documentos aceitos, entre eles a carteira de identidade, está disponível na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)

O que pode?

Embora não seja obrigatório, é recomendado que os participantes levem, também, pelo menos uma máscara extra para trocar durante a prova. Haverá nos locais álcool em gel para que os estudantes higienizam as mãos, mas é permitido levar o próprio produto. 

Também é recomendado que os candidatos levem lanche e água ou outras bebidas, com exceção das alcoólicas, que podem levar à eliminação. A orientação é estar com o Cartão de Confirmação da Inscrição. Nele, está o local de prova. O documento pode ser acessado na Página do Participante

O que não pode? 

Os candidatos não podem portar, durante o exame, nenhum dispositivo como celulares, smartphones, tablets, gravadores, pen drives, chaves com alarme ou com qualquer outro componente eletrônico.

Também não pode fone de ouvido. São proibidos óculos escuros e artigos de chapelaria, como boné, chapéu, viseira, gorro ou similares, além de caneta de material não transparente, lápis, lapiseira, borrachas, réguas, corretivos, livros, anotações e relógio - de qualquer tipo. 

Testou positivo para Covid? Fique em casa

Por conta da pandemia da Covid-19, a edição deste ano contará com um número reduzido de estudantes por sala para garantir o distanciamento. Durante todo o tempo de realização da prova, os candidatos são obrigados a usar máscaras da forma correta, tapando o nariz e a boca, sob pena de serem eliminados do exame. 

Quem for diagnosticado com a Covid-19, ou apresentar sintomas dessa ou de outras doenças infectocontagiosas até a data do exame, não pode comparecer. O estudante precisará entrar em contato com o Inep, pela Página do Participante, ou pelo telefone 0800-616161. Ele terá direito a fazer a prova na data de reaplicação, em 23 e 24 de fevereiro.

Ao todo, no país, cerca de 5,8 milhões de alunos estão inscritos. O Enem 2020 terá uma versão impressa e uma digital, realizada de forma piloto para 96 mil candidatos, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Metrô

Todas as 19 estações do metrô de Belo Horizonte estarão abertas das 5h40 às 21h30, ininterruptamente, neste domingo (24), em caráter especial. O intervalo entre as viagens será da seguinte forma: das 10h às 13h, espera de 15 minutos; e nos demais horários, espera de 25 minutos. 

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) orienta aos inscritos estarem atentos ao horário de funcionamento do modal e se programem para chegar ao local de prova com antecedência.  

Ônibus

Para o atendimento aos inscritos no Enem, a BHTrans informou que reforçará os quadros de horários de 102 linhas do transporte coletivo que atendem aos locais de prova neste domingo (24). Assim, serão 1.398 viagens extras nas faixas que antecedem a prova (9h30 às 12h30) e nas faixas após as provas (18h às 19h30).

Os candidatos podem consultar o quadro de horários das linhas na página da BHTrans. Além disso, a busca pode ser feita pelos aplicativos SIU Mobile e BHBus+. 

Mobilidade de trânsito

Em relação à mobilidade, agentes da Unidade Integrada de Trânsito, da BHTrans, Polícia Militar e Guarda Municipal irão operar o tráfego na região dos locais de prova e nos corredores de acesso.

Nas instituições que recebem um grande número de candidatos, como as universidades e centros universitários, serão realizadas operações especiais de trânsito para priorizar a chegada dos candidatos, impedir fechamento de cruzamentos, auxiliar pedestres nas travessias e orientar motoristas sobre locais permitidos de estacionamento.

Leia Mais:
Inscrições para o Encceja são prorrogadas até 25 de janeiro
Enem pode ser utilizado para ingresso em programas federais e universidades particulares
Confira o gabarito extraoficial do primeiro dia de provas do Enem