O governo da Índia informou, nesta quinta-feira (21), que liberou a exportação da vacina contra a Covid-19 ao Brasil. As primeiras doses do imunizante, desenvolvido pela farmacêutica britânica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, serão enviadas ao país nesta sexta-feira (22), segundo o secretário de Relações Exteriores da Índia, Harsh Vardhan Shringla.

A informação foi divulgado por agências de notícias nacionais e internacionais. No Twitter, o ministro das Comunicações no Brasil, Fábio Faria, também confirmou a notícia. 

As vacinas estão sendo fabricadas no Instituto Serum, na Índia, o maior produtor mundial de vacinas, que recebeu pedidos de países de todo o mundo. Além do Brasil, doses do imunizante serão enviadas ao Marrocos.

Na semana passada, o governo brasileiro havia informado que enviaria um avião para buscar a vacina. Na ocasião, o chanceler indiano Subrahmanyam Jaishankar atribuiu o atraso na liberação a “problemas logísticos”, decorrentes das dificuldades de conciliar o início da campanha de imunização no país de mais de 1,3 bilhão de habitantes às exportações.

Hoje, o secretário Harsh Vardhan Shringla disse que o fornecimento comercial começaria na sexta-feira, de acordo com o compromisso do primeiro-ministro Narendra Modi, de que a capacidade de produção da Índia seria usada por toda a humanidade para combater a pandemia.

“O fornecimento das quantidades comercialmente contratadas também começará a partir de amanhã, começando por Brasil e Marrocos, seguidos pela África do Sul e Arábia Saudita”, disse. No início desta semana, a Índia enviou suprimentos gratuitos para países vizinhos, incluindo Butão, Maldivas, Bangladesh e Nepal.

Doses

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, declarou em entrevista coletiva na segunda-feira (18)  que a conclusão da viagem para trazer um carregamento de vacinas importadas da Índia deveria ter uma resolução ainda “nesta semana”. “Estamos contando com 2 milhões de doses para que a gente possa atender mais ainda a população”, disse Pazuello.

Leia mais:
Comitê Covid-19 mantém dez regiões na onda vermelha do Plano Minas Consciente
Incêndio na Índia atinge fábrica onde são produzidas vacinas contra a Covid-19
Índia vai atrasar entrega da vacina contra a Covid-19 ao Brasil, confirma Itamaraty