Mais de 2 mil pessoas já morreram vítimas da Covid-19 em Belo Horizonte. Segundo os dados do boletim epidemiológico, divulgado nesta quinta-feira (14), desde o início da pandemia, em março, 2.001 infectados pelo vírus perderam a vida na capital, sendo 26 apenas nas últimas 24 horas. Os dados também mostram que os três indicadores de monitoramento da pandemia estão em alta. Dois aparecem em vermelho, ou seja, nível de alerta máximo para a doença (confira abaixo).

A taxa de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), reservados para pacientes com a enfermidade, voltou a subir após uma leve queda nos últimos dois dias. Nesta quinta, 86,3% das vagas estão ocupadas nos hospitais das redes pública e privada. Desde 31 de dezembro, o número está acima de 80%.  Os leitos de enfermaria estão em alta desde a semana passada. Das 1.453 vagas, 71% estão ocupadas.

Já o número médio de transmissão por infectado (Rt) aparece em amarelo, mas em avanço em relação ao boletim, desde segunda-feira (11), quando a taxa estava em 1,04. Hoje, está em 1,08, o que significa que, em média, 100 pacientes infectados transmitem a doença para 108 pessoas.

Mais 1.025 casos em 24 horas

Os dados do boletim também mostram que 1.025 novos casos de Covid foram confirmados em Belo Horizonte nas últimas 24 horas. Ao todo, 73.980 pessoas já foram infectadas pelo vírus na cidade.  Ainda segundo o boletim, 66.041 pacientes já se recuperaram. Outras 5.938 estão em acompanhamento.

Leia mais:
Amazonas decreta toque de recolher devido a Covid-19
Anvisa cobra Fiocruz e Butantan informações sobre vacinas contra a Covid-19
Saiba como pedir reaplicação do Enem em caso de infecção por Covid-19