Professores de universidades federais mineiras e representantes de 20 instituições estaduais e nacionais - incluindo sindicatos e diretórios - divulgaram carta aberta em apoio à decisão do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, que determina a suspensão do funcionamento de parte do comércio da cidade a partir da próxima segunda-feira (11).

O comunicado, encabeçado pelo Sindicato dos Professores de Universidades Federais de Belo Horizonte, Montes Claros e Ouro Branco (Apubh), afirma que o decreto é uma resposta ao aumento vertiginoso dos casos de infecção, transmissão, internações e mortes da Covid-19 na capital mineira. 

No texto, as 21 instituições (veja lista no fim da matéria) declaram que a medida, publicada em decreto nessa sexta-feira (8), é estritamente necessária e vem de encontro às decisões tomadas em nível nacional. "Vem na contracorrente das políticas em nível nacional, em que a necropolítica do governo Bolsonaro insiste em menosprezar os efeitos da pandemia e os próprios alarmantes dados de número de óbitos e de infectados pela Covid-19", diz o comunicado.

Vacina

A carta também menciona a Coronavac, vacina chinesa desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo, que teve comprovada eficácia de 78% nos testes clínicos realizados no Brasil. No documento, o grupo também cobra que o Executivo Municipal torne público o cronograma de vacinação da população.

Confira a carta na íntegra clicando aqui.

Instituições que assinam o documento:

APUBH – Sindicato dos Professores da Universidade Federal de Minas Gerais e Campus Ouro Branco/UFSJ – Gestão Travessias na Luta – 2020/2022

ABJD/MG – Associação Brasileira de Juristas pela Democracia/Minas Gerais

ABMMD/MG – Associação Brasileira de Médicos e Médicas pela Democracia/Minas Gerais

APG – Associação de Pós-Graduandos e Pós-Graduandas da UFMG

CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil

DCE – Diretório Central dos Estudantes da UFMG

FEPEMG – Fórum Estadual Permanente de Educação de Minas Gerais

FITEE – Federação Interestadual dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino

FOMEJA – Fórum Mineiro de Educação de Jovens e Adultos de Minas Gerais

OAP – Organização dos Aposentados e Pensionistas da UFMG

SBPC/MG – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

SINAD-MG – Sindicato dos Advogados no Estado de Minas Gerais

SINASEFE- IFMG – Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica – Seção Sindical IFMG

SINDADOS/MG  – Sindicato dos Empregados em Empresas de Processamento de Dados, Serviços de Informática e Similares do Estado de Minas Gerais

SINDIELETRO – Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores da Indústria Energética de Minas Gerais

SINDIFES – Sindicato dos Trabalhadores nas Instituições Federais de Ensino

SINDIPETRO/MG – Sindicato dos Petroleiros – Minas Gerais

SINPRO – Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais

SINTECT-MG – Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios de Minas Gerais

UNCME/MG – União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação de Minas Gerais

UNE – União Nacional dos Estudantes

Leia mais:

Com 8.399 novos infectados, Minas bate recorde de casos de Covid em 24 horas

Empresário encurralado: fim de auxílios inviabiliza demissões e tende a ampliar ações na Justiça

Decreto da PBH suspende funcionamento de feiras a partir de segunda