A obesidade é considerada um fator de risco para diversas doenças, como diabetes, doenças cardiovasculares, complicações pulmonares e para a Covid-19. Pessoas que estão acima do peso tendem a ter pressão e glicemia mais altas e outras condições propícias a quadros graves de Covid-19. O excesso de peso deixa o organismo exposto a inflamação e formação de coágulos, além de comprometer a capacidade respiratória, três situações que são agravantes diante de uma infecção pelo novo coronavírus.

Só no Brasil, 41 milhões de pessoas estão acima do peso e são consideradas obesas, segundo dados do Ministério da Saúde. Um contingente que preocupa as autoridades sanitárias, já que alguns estudos recentes indicam que a gordura em excesso atrapalha a resistência ao vírus e pode aumentar as inflamações que são mais frequentes em pessoas obesas.

O presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – regional Minas Gerais (SBEM-MG), Rodrigo Lamounier, conversa com a repórter Maria Amélia Ávila nesta quarta (6), às 19h. A live será transmitida pelo Instagram do Hoje em Dia.