Usuários do metrô de BH estão enfrentando maior tempo de espera entre as viagens nesta terça-feira (29). O intervalo médio entre os deslocamentos chegou a dobrar durante o horário de pico. Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), a circulação dos trens está parcialmente alterada por conta do rompimento de uma presilha que sustenta os cabos no trecho entre as estações Horto e São Gabriel.

Conforme a companhia, o metrô passou a circular em apenas uma linha naquela região. O problema teria acontecido durante a passagem de uma composição que realizava as viagens programadas. 

Equipes de manutenção já estão no local e trabalham para restabelecer os intervalos dos traslados e retomar a normalidade da operação. O tempo médio de espera, que normalmente varia entre oito a dez minutos, é, neste momento, de 20.

“Por causa da falha apresentada, foi necessário realizar o controle momentâneo de fluxo de pessoas em algumas estações, a fim de evitar a aglomeração nas plataformas”, disse a CBTU, em nota.  
 
Para minimizar os prejuízos aos usuários e evitar o acúmulo de passageiros nas estações, o horário de pico para circulação do metrô - que vai de 6h30 e 8h30 e utiliza composições com trens acoplados - foi ampliado.
 
Todas as 19 estações do sistema, que vai da Estação Vilarinho, em Venda Nova, até o Eldorado, em Contagem, na Região Metropolitana, permanecem abertas. 

Leia mais:

Caminhão carregado com ácido sulfúrico tomba na MG-120 e complica o trânsito em Itabira
Aumento no preço das passagens de ônibus em BH segue indefinido