O ex-prefeito de Contagem e atual coordenador de campanha do candidato Felipe Saliba (DEM), Ademir Lucas, teria sofrido um atentado durante uma carreata realizada no bairro Industrial, na cidade da Grande BH, no início da noite desta quarta-feira (25). Segundo informações repassadas pela assessoria de imprensa, ele sofreu ameaças de morte por homens armados.

Os suspeitos estavam em dois carros quando o motorista de um deles teria feito um sinal de que cortaria o pescoço de Ademir, mostrando uma arma. Com o ex-prefeito estavam um fotógrafo, uma assessora e a ex-vereadora e também candidata ao cargo de prefeita de Contagem no primeiro turno, Maria Lúcia Guedes (PV). “Nós estávamos fazendo uma carreata, quando fomos surpreendidos pelos dois carros, que começaram a circular, fechando o veículo onde estávamos. Até que, em um determinado momento, eles passaram por uma outra rua e vieram em direção ao nosso carro. O motorista de um deles fez um gesto de cortar o meu pescoço e nesse momento todo mundo desceu. Foi quando eles fugiram. Foi uma coisa que nunca aconteceu antes. Fiquei barbarizado, indignado com isso, realmente muito preocupado”, contou Ademir.

O candidato Felipe Saliba classificou a ocorrência como um "fato totalmente lamentável". “Estou muito assustado e muito indignado. Estão atacando nossa democracia, nosso direito de expressão e eu não posso acreditar que essa situação continue em nossa cidade. Eles foram atacados e ameaçados brutalmente”, completou. 

Após o ocorrido, Ademir Lucas e Felipe Saliba foram para a 1ª delegacia Regional de Polícia Civil da cidade para registrar boletim de ocorrência. Um comunicado repassado pela assessoria dizia ainda que "a campanha do candidato está completamente em choque com o atentado à democracia na cidade e já tomou todas as medidas legais para identificar e punir os envolvidos". A Polícia Civil foi procurada, mas disse que, devido ao horário, somente poderá dar uma posição sobre o assunto nesta quinta-feira (26). 

Em nota, a assessoria de imprensa da candidata Marília Campos (PT), que também concorre ao cargo em segundo turno, informou que repudia os ataques e que espera que a Polícia Civil apure e puna os responsáveis. “Fomos surpreendidos pela denúncia de suposto atentado cometido contra o ex-prefeito de Contagem, Ademir Lucas e o candidato a prefeito Felipe Saliba durante ato de campanha. A Coligação Contagem Feliz de Novo repudia estes ataques e reafirma o seu compromisso com a verdade e o respeito aos cidadãos e cidadãs contagenses. Repudiamos também a tentativa de nos ligar as supostas ameaças feito a Ademir Lucas. Esperamos que a Polícia Civil apure e puna os responsáveis, se constatada a veracidade do que se diz".

Leia mais:
Briga boa no 2º turno: nas 4 cidades mineiras com nova votação, disputas prometem ser emocionantes 
Assista: cientista político fala sobre a disputa nas 4 cidades mineiras que vão ter segundo turno