O sistema de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apresentou falhas poucos minutos depois de encerradas as eleições deste domingo (15). De acordo com a Corte, a divulgação dos resultados da apuração do primeiro turno está atrasada devido a um problema técnico. Uma lentidão no processo de totalização dos votos estaria causando demora na disponibilização das informações. 

O TSE informou que os dados da votação estão sendo recebidos normalmente dos tribunais regionais eleitorais, mas a soma dos resultados está “mais lenta que o previsto”. Técnicos do tribunal estão trabalhando para resolver o problema e acelerar o processo de divulgação. 

A Corte também esclareceu a lentidão não tem relação com a tentativa de ataque cibernético confirmado mais cedo pelo presidente, ministro Luís Roberto Barroso.

e-Título 

O problema afetou o aplicativo e-Título, recomendado pela Justiça Eleitoral para que, quem estivesse fora do domicílio eleitoral, fizesse a justificativa neste ano. Sem conseguir acesso, muitas pessoas tiveram que ir até um local de votação para prestação de contas.

À tarde, durante entrevista coletiva, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, pediu desculpas pela instabilidade no e-Título, mas disse que o problema é causado porque muitos eleitores deixaram para baixar o aplicativo de celular em cima da hora.

“Peço desculpas por não termos uma capacidade maior, nós nos defendemos dizendo nós pedimos para as pessoas baixarem o aplicativo com antecedência. Todo mundo baixando no último dia, tem esse problema”, disse Barroso.

*Com André Santos e Agência Brasil

Leia Mais:
VÍDEO: Kalil acompanha apuração em casa, no bairro de Lourdes; movimentação é pequena no local
Especialista Fernando Meirelles analisa eleições deste domingo em BH; acompanhe a live
Balanço do TRE aponta 46 candidatos presos por crimes eleitorais em Minas