Durante o período chuvoso, os moradores da capital mineira devem ficar muito atentos aos trajetos realizados na cidade para não serem surpreendidos por enchentes. Segundo a prefeitura, Belo Horizonte tem mais de 60 pontos de alagamento mapeados.  

Confira quais são as áreas que correm esse risco, por regional:

Venda Nova

Avenida Vilarinho, Córrego da Avenida Liege, Córrego Lareira, Rua Camões, Rua Olavo Bilac, Córrego Floresta, Córrego Capão, Córrego da Avenida Virgílio de Melo Franco, Córrego do Bairro Céu Azul, Rua Doutor Álvaro Camargos.

Pampulha

Córrego Ressaca, Córrego Olhos d´Água, Córrego Braúnas, Avenida Sebastião de Brito com Cristiano Machado, Avenida Héraclito Mourão de Miranda com Avenida Clóvis Salgado.

Noroeste

Rua Tocantins, Avenida Amintas Jacques, Rua Garibaldi (Córrego Engenho Nogueira), Rua das Violas (Córrego das Taiobas), Rua Maria José de Jesus.

Oeste

Avenida Tereza Cristina com Avenida Palestina (limite BH - Contagem), Cercadinho, Avenida Governador Benedito Valadares, Rua Ituiutaba, Avenida Francisco Sá com Rua Erê, Rua Coruripe, Córrego Ponte Queimada, Avenida Silva Lobo com Avenida Barão Homem de Melo.

Norte

Rua Osmar Costa, Córrego Embiras, Ribeirão Isidoro, Fazenda Velha, Novo Aarão Reis, Rua Antônio Ribeiro de Abreu (trecho até a ponte da MG-20).

Nordeste

Bernardo Vasconcelos (até o cruzamento com a Avenida Cristiano Machado), Rua Santa Úrsula, Ribeiro de Abreu, Rua dos Limões, Córrego Gordura, Córrego da Avenida Sanitária.

Leste

Córrego Santa Inês e Itaituba, Córrego da Mata, Rua Maria Carmem Valadares, Córrego São Geraldo, Rua Pitangui com Avenida Silviano Brandão.

Centro-Sul

Avenida Prudente de Morais com Rua Joaquim Murtinho, Praça Marília de Dirceu, Rua Bárbara Heliodora, Rua Monte Alegre, Rua Edgar Coelho, Rua Mato Grosso com Rua Tamoios (Centro).

Barreiro

Avenida Tereza Cristina, Cardoso (Córrego Cafezal), Córrego Olaria, Córrego do Túnel, Córrego Jatobá, Córrego Bonsucesso, Córrego do Barreiro, Avenida Senador Levindo Coelho, Avenida do Canal, Avenida Olinto Meireles.

Confira quais são as recomendações da prefeitura para os momentos de chuva:

- Redobre a sua atenção! Evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos e próximos aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva;

- não atravesse ruas alagadas ou deixe crianças brincando na enxurrada e nas águas dos córregos;

- não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores;

- atenção especial em áreas de encostas e morros;

- jamais se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para CEMIG (116) ou Defesa Civil (199);

- se você observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas e o surgimento de minas d'água avise imediatamente a Defesa Civil (199);

- em caso de raios: não permaneça em áreas abertas e altas, não use equipamentos elétricos.

Alertas

Para evitar que os moradores da cidade sejam pegos pela chuva de forma desprevenida, a Defesa Civil de Belo Horizonte tem investido na divulgação dos alertas em diferentes canais de comunicação (redes sociais, TV a cabo, estações de metrô, etc). Somente nesta quinta-feira (12), foram emitidos três alertas: de chuvas intensas, risco geológico e ocorrência de granizo.

Para receber um SMS com o alerta, basta o usuário enviar uma mensagem de texto com o CEP da sua rua para o número 40199 e uma mensagem de confirmação será enviada na sequência.

Os alertas preventivos também são divulgados para motoristas que utilizam o aplicativo Waze. A Supdec envia informações aos motoristas e, em caso de necessidade, bloqueia as vias que possam ser atingidas pelo transbordamento de córregos. Com a ação, o motorista será redirecionado para uma rota segura e longe dos possíveis riscos.