Dois homens, de 53 e 48 anos, foram presos suspeitos de falsicação de bebidas durante uma operação da Polícia Militar no bairro Santa Efigênia, na região Leste de Belo Horizonte, na quarta-feira (4).

Conforme informações do Boletim de Ocorrência (B.O.), a corporação recebeu denúncias de um laboratório de falsificação de bebidas, desencadeando a ação de policiamento.

No local, os militares encontraram garrafas fechadas de uísque, cachaça e gim, recipientes vazios que seriam utilizados para armazenar as bebidas fabricadas pelos suspeitos, galão com álcool etílico, três frascos de corante e cinco de aromas artificiais, além de quatro cartelas de selos para bebidas e materiais para engarrafar, fechar e lacrar as garrafas.

Segundo a PM, o proprietário do imóvel confessou que produzia os produtos falsificados e que os vendia por valores entre R$ 60 e R$ 100, que chegava a confeccionar até 50 litros por dia.

Um amigo do suspeito, que estava no local durante a abordagem policial, também foi preso. Segundo o boletim de ocorrências, ele não tem envolvimento com o esquema de falsificação, mas estava com um mandado de prisão em aberto por roubo à mão armada.

Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Plantão do bairro Floresta.