O alto volume de chuva esperado para Minas Gerais neste fim de semana amplia o risco de deslizamentos de terra, assim como de alagamentos de ruas ou transbordamentos de córregos. O alerta foi feito pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em conjunto com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC).

Segundo os órgãos, entre a tarde deste sábado (24) e a próxima segunda-feira (26), há possibilidade de chuva forte, em volumes que podem atingir 100 milímetros (mm) em 24 horas no centro-leste de Minas Gerais, incluindo Belo Horizonte. A previsão também vale para o Espírito Santo e para o Sul da Bahia. Estas chuvas fortes poderão vir acompanhadas de rajadas de vento e eventual queda de granizo. 

Sistema de ciclones

O alerta do Inmet informa, ainda, que durante o fim de semana haverá também a formação de um sistema ciclônico sobre o Oceano Atlântico ao Sudeste dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. O fenômeno, de acordo com Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), poderá deixar o mar agitado, com ondas de até 4 metros de altura.

O comunicado alerta que, entre domingo (25) e segunda-feira (26), um sistema frontal associado ao aprofundamento de uma área de baixa pressão atingirá o Rio Grande do Sul, Argentina e Uruguai e vai criar condições para a ocorrência de chuvas fortes e/ou tempestades localizadas com provável queda de granizo sobre o estado gaúcho. As chuvas fortes poderão ser acompanhadas de rajadas de vento da ordem de 80 km/h em algumas áreas.

O Inmet analisa que “este sistema terá rápido deslocamento sobre o Rio Grande do Sul e, ainda na segunda-feira, haverá possibilidade dos temporais com queda de granizo atingirem também os estados de Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, o Oeste e Sul de São Paulo”.