O bairro Alto Vera Cruz, na região Leste de Belo Horizonte, registrou 29 mortes pela Covid-19 e ultrapassou o Lindéia, no Barreiro, com 27, local que tinha o maior número de vitimas da doença na capital. Os dados são do boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (14) pela prefeitura.

Na sequência deste triste ranking de vidas perdidas para o vírus estão o Cabana do Pai Tomás (23), Jardim Alvorada (18), Mantiqueira (18), Serra (17), Santa Terezinha (15), São Geraldo (14), São João Batista (14) e Novo Aarão Reis (13).

Já o bairro com mais casos confirmados da doença segue sendo o Buritis, na região Oeste, com 327 registros. Em seguida, aparecem Lourdes (232), Alto Vera Cruz (226), Padre Eustáquio (218), Sagrada Família (218), Lindéia (217), Castelo (207), Mantiqueira (193), Serra (191) e Sion (184).

A capital mineira tem 45.120 casos confirmados de Covid-19, com 1.372 mortes pela doença. Outros 2.057 casos estão em acompanhamento e 41.691 ja se recuperaram do vírus.

Entre as pessoas que morreram vítimas da Covid-19 em Belo Horizonte, 766 são homens e 606 mulheres. A maioria dos óbitos, 82,6% (1.133) é formada por idosos. Outros 14,9% (205) tinham entre 40 e 59 anos e, 2,4% (33), entre 20 e 39 anos. Há o registro de uma morte de um paciente entre 10 e 14 anos. 

A taxa de transmissão do vírus, ou Rt, voltou a cair, saindo de 1,2 nessa terça para 1 nesta quarta. A ocupação de leitos de UTI Covid-19 está em 35,4%. E, no caso dos leitos de enfermaria, está em 32,3%. Os números mostram os indicadores estáveis e são usados pela PBH para decidir os rumos da flexibilização das atividades na capital.