Um casal que mora no bairro Buritis, na região Oeste de Belo Horizonte, é investigado pela Polícia Civil por suspeita de estelionato virtual. Um mandado de busca e apreensão foi cumprido na residência dos suspeitos, de 30 e 36 anos, que também foram ouvidos na 4ª Delegacia de Polícia Civil no Barreiro.

As investigações, iniciadas há quatro meses, apontaram que os suspeitos utilizavam documentos e cartões bancários de terceiros, além de documentos adulterados, para realizar compras virtuais de roupas, computadores, materiais eletrônicos e até comida.

O prejuízo estimado é de R$ 10 mil e a principal vítima do golpe teria sido um grande supermercado no Buritis.

De acordo com a polícia, durante as buscas, foram apreendidos computadores, várias carteiras de identidade e de motorista, máquinas de pagamento por cartão, dezenas de chips de celular, dinheiro possivelmente falso, notas de euro, entre outros.

“As pessoas têm acessado mais redes sociais, utilizando pagamento de contas através de sites de bancos e compras com cartão. A dica é sempre os usuários agirem com cautela e desconfiar. Os estelionatários, que são oportunistas de plantão, agem sempre procurando causar prejuízos em pessoas físicas, mas também em pessoas jurídicas”, explicou o chefe do 1º Departamento de Polícia Civil em Belo Horizonte, delegado-geral Wagner Sales.