Belo Horizonte teve um aumento considerável no número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. É o que indica o boletim do projeto-piloto Monitoramento Covid Esgotos, divulgado nesta sexta-feira (2). A estimativa é que existam cerca de 220 mil infectados na cidade, patamar quase quatro vezes maior do que o registrado na semana passada, quando a previsão era de 60 mil pessoas infectadas. Em julho, esse número chegou a ser estimado em 850 mil pessoas.

“Este valor deve ser observado com atenção, em especial à luz do resultado a ser obtido na próxima semana, pois pode indicar um aumento da circulação do vírus em Belo Horizonte”.

Em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, também foi observada alternância entre aumento e redução da população infectada estimada, atingindo cerca de 80 mil pessoas na semana epidemiológica, o segundo maior valor já registrado.

O projeto-piloto Monitoramento Covid Esgotos tem o objetivo de monitorar a presença do novo coronavírus nas amostras de esgoto coletadas em diferentes pontos do sistema de esgotamento sanitário das cidades de Belo Horizonte e Contagem e é feito pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estações Sustentáveis de Tratamento de Esgoto da Universidade Federal de Minas Gerais (INCT/UFMG).