O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) formalizou nesta quinta-feira (1º) uma parceria com o Google para combater a desinformação nas eleições. O site de buscas vai disponibilizar recursos em suas plataformas para ajudar os eleitores brasileiros a encontrarem conteúdos confiáveis e de utilidade pública elaborados pela Justiça para as eleições municipais de 2020.

O objetivo é ajudar o eleitor a ter acesso rápido e simples a informações de qualidade e fornecidas por fontes oficiais sobre o processo eleitoral.

Uma das ferramentas é o painel "Como Votar", que traz respostas no topo da busca para perguntas frequentes sobre o processo eleitoral, além de detalhes sobre os cuidados sanitários indicados pelo tribunal para que o eleitor vote com segurança em tempos de pandemia do novo coronavírus.

Quando o eleitor pesquisar sobre "Como votar", ele terá acesso direto a informações oficiais do TSE antes de qualquer outro resultado.

Durante o período eleitoral, o Google também vai produzir e promover "lives" em parceria com o tribunal para ampliar o conhecimento do eleitor brasileiro em temas importantes como desinformação, protocolos sanitários para o dia da votação e mitos sobre o processo eleitoral.

O site vai manter seus canais de comunicação abertos aos usuários, entre eles um suporte de reclamação para anúncios e denúncias de conteúdo falso.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, disse que a parceria facilitará a comunicação e o acesso ao conhecimento. “Temos mais dados, mais informações e mais capacidade de participar esclarecidamente da vida do país”, disse, ao fazer referência à liberdade de expressão com a livre circulação de notícias, fatos, informações e opiniões que permitam que cada um construa a sua verdade.

O diretor de Relações Governamentais e Políticas Públicas do Google Brasil, Marcelo Lacerda, afirmou que o objetivo é fornecer informações relevantes e confiáveis ao eleitor.“Uma das melhores formas de fazer isso é criando maneiras para conectar, de forma simples e rápida, os eleitores brasileiros a conteúdos confiáveis e de qualidade e ajudá-los a tomarem decisões bem informadas. É justamente isso o que estamos promovendo por meio dessa parceria com o TSE”, explicou.