Pelo terceiro dia seguido, militares e brigadistas tentam nesta quarta-feira (30) conter o incêndio de grandes proporções que assola o Parque Nacional da Serra do Cipó, em Santana do Riacho, na Região Central de Minas. Pelo menos 1,8 mil hectares de vegetação já foram consumidos pelo fogo, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

Vinte e um militares e 35 brigadistas trabalham no combate ao incêndio, divididos em duas frentes. Na noite anterior, outros combatentes também trabalharam para tentar debelar as chamas e na proteção a residências localizadas em Santana do Riacho. Um avião e um helicóptero dão suporte à operação.

O trabalho de combate é planejado pelo Corpo de Bombeiros por uma equipe do ICMBio, responsável pela administração do parque, famoso pela vegetação de cerrado e pelas belas cachoeiras.

Os incêndios em parques estaduais mineiros mais que dobraram em 30 dias

Gruta Rei do Mato

Bombeiros também trabalham, pelo segundo dia seguido, no combate a um incêndio na área de Proteção Ambiental Gruta Rei do Mato, em Sete Lagoas, região Central de Minas. Sete militares, 20 brigadistas e um voluntário trabalham para apagar as chamas.

Empresas locais forneceram caminhões-pipa e estima-se uma área queimada de 270 hectares.